Quem sou eu

Minha foto
Nascido em 06 de junho de 1974, tendo um encontro com Cristo aos 15 anos de idade,desde então militando em prol do crescimento do Reino de Deus.Dedicado pai, esposo e amigo, milita no serviço ativo da PMPI desde 1994,onde alcançou a patente de 1º SgtPm,casado com a Sra.Carmiranda, desta união abençoada nasceram-lhes dois filhos Adiel e Abdiel, atualmente envolvido com o trabalho missionário da Igreja Evangélica Assembleia de Deus no Estado do Piauí e estudante de teologia(Bacharel) .
Loading...

domingo, 5 de junho de 2011

Assembleia de Deus em Parnaiba / Piauí

Tendo em vista o Centenário das Assembleias de Deus no Brasil, resolvi fazer umas pesquisas na internete para de alguma forma este blog participar do processo histórico desta grande denominação, para isto, estou postando algumas matérias de outros blogs e divulgando seus autores, assim como fui abençoado na leitura destes blogs espero que vocês também o sejam.

A História da Assembléia de Deus em Parnaíba - PI



Leia Mais: http://theoway.blogspot.com/2010/07/historia-da-assembleia-de-deus-em_31.html#ixzz1OPc6C9RV

Pastor Alcebíades Pereira Vasconcelos, um dos pioneiros da AD em Parnaíba - PI

Em 2004 senti a necessidade de resgatar a história da Igreja Evangélica assembléia de Deus em Parnaíba, cidade litorânea do Piauí, que fica a uns 360km da capital Teresina. Meus motivos eram óbvios, muitos dos que participaram do início dessa igreja, nessa cidade, já estavam passando para o Senhor, e com eles o legado da história nesse município. As pesquisas de campo foram feitas com muita cautela, seguindo rigorosamente o anunciado de Maíria Bezerra, Bernarda Araújo (irmã Bernardina, primeira líder de mocidade), José Pereira Neto (funcionário aposentado da Sucan e mesmo sem a nomeação um missionário da época), João Ferreira (um dos primeiros membros da igreja) e Eliete Bezerra Silva (secretária do templo central que nos permitiu o estudo das atas de reunião da igreja).

Resolvemos expor a história da Assembléia de Deus por partes, a cada dia será falado sobre um ponto. Nesse primeiro momento, tratamos de “O Gênesis – tempo de desafio” 

Nos rumores da Segunda Guerra Mundial, especificamente em 20 de janeiro de 1939, data que está num livro-ata da Igreja Assembléia de Deus em Parnaíba, veio a essa cidade, para atender as necessidades espirituais deste município o primeiro “Davi” pentecostal, vindo de Belém, no Pará, o pastor João Arlindo. Entenda-se que na História da Assembléia de Deus, de Emílio Conde, data a chegada do pr. Arlindo como sendo em 20 de dezembro de 1939. Deve-se entender que quando se fala de necessidades não era apenas de uns quase esquecidos cristãos, que, aliás, eram pouquíssimos, mas da unanimidade de parnaibanos que andavam na escuridão dos dogmas da igreja Católica Romana.

O pr. João Arlindo começou o trabalho, legitimamente, assembleiano. No primeiro culto ao ar livre na rua Sete de Janeiro, no bairro São José, duas pessoas, a senhora Tolentina Siqueira e a sua filha Alaíde, compreenderam que necessitavam confessar o nome do SENHOR. Estavam presentes os irmãos   Euclides de Melo da Cunha, que era presbiteriano, e sua neta de três anos de idade, a irmã Maíria, entre outras pessoas. Aquele culto foi marcante, pois não estava iniciando apenas o trabalho da AD, mas uma guerra no reino espiritual.
Durante muito tempo os cultos foram realizados nas casas de pessoas que não eram cristãs, todavia ao passo que essas aderiam ao Evangelho, também, iam hospedando o culto em suas  residências.

Com o passar do tempo, o irmão Euclides de Melo tornou-se congregado, logo após, foi convocado para auxiliar o pastor Arlindo. Contudo, fazia-se necessário a existência de um templo para melhor congregamento e conforto dos irmãos e como essa igreja não possuía dinheiro, a igreja de Belém alugou uma casa na rua Álvaro Mendes, no bairro São José, onde, hoje, funciona a funerária Paz Eterna. Esta casa de esquina de estrutura de início do século XX foi o primeiro templo pentecostal de Parnaíba.

Todos os creditos da pesquisa são de: Josiel Barros

Nenhum comentário:

Postar um comentário